Aeronáutica: Embraer aumenta lucro em 31% com crédito tributário

A Embraer anunciou ontem um lucro líquido consolidado de R$ 466,9 milhões no segundo trimestre, um aumento de 31% em relação ao mesmo período de 2008, quando o ganho líquido foi de R$ 356,4 milhões.


O aumento reflete em parte um crédito tributário de R$ 162,3 milhões, que compensou o aumento das despesas financeiras. Sem o crédito, o lucro é de R$ 309,8 milhões, 3% abaixo do mesmo resultado de 2008.


Mas a empresa também teve um bom desempenho operacional. O lucro antes das despesas e receitas financeiras ficou em R$ 400,4 milhões no segundo trimestre, o que representou um aumento de 50% na comparação com os R$ 262,5 milhões no mesmo período de 2008.


A receita líquida da companhia totalizou R$ 3 bilhões, um avanço de 12%.


Apesar do resultado favorável, a empresa enfrenta o problema da valorização do real. A fabricante brasileira de aviões tem a maior parte da receita em dólares enquanto a maior parte dos seus custos hoje são em reais.


Recentemente a direção da empresa anunciou que começará a aceitar o pagamento dos jatos executivos em reais. Essa é uma maneira de reduzir o impacto da valorização da moeda nacional em relação aos custos de produção.


A margem bruta subiu de 20,9% para 22,1% no período em análise, por conta do “ajuste no custo de mão-de-obra direta realizado no primeiro trimestre de 2009”, com demissão de mais de 4 mil funcionários, e por ganhos de produtividade. Também houve redução de 12,4% nas despesas operacionais, para R$ 265,4 milhões.


Os estoques somavam R$ 6 bilhões, com redução de 20,7% em relação ao primeiro trimestre deste ano, devido ao aumento do número de entregas e redução de partes e matérias-primas.

Fonte: Valor Econômico

Compartilhar

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter