Governo concede mais prazo para adoção da escrita digital nas empresas menores

Empresa que fatura acima de R$ 6 milhões terá de cumprir prazo original. Entre R$ 6 milhões e R$ 3,6 milhões, ganha mais seis meses e abaixo fica sem prazo definido

Pelo Decreto Nº 305, de 14 de junho, o governador Raimundo Colombo concede mais prazo para que as empresas de menor faturamento adotem a Escrituração Fiscal Digital (EFD).
A medida atende pedido formulado pelo Conselho Regional de Contabilidade (CRC-SC) à Secretaria da Fazenda.

De acordo com o diretor de Administração Tributária, Carlos Roberto Molim, todas as empresas estariam obrigadas a adotar o sistema digital em 1º de julho deste ano. Essa exigência original foi mantida apenas àquelas que tenham registrado em 2010 saídas superiores a R$ 6 milhões.

As que registraram faturamento entre R$ 6 milhões e R$ 3,6 milhões ganharam dilação de prazo de seis meses, até 1º de janeiro de 2012.

Para as empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões, não foi fixado prazo, equalizando as condições de operação com as empresas optantes do Simples Nacional.

Fonte: SEF-SC – Secretaria Estadual da Fazenda de Santa Catarina

Compartilhar

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter