ICMS cruzando com Nota Fiscal Eletrônica

Projeto de identificação unificada dos cidadãos brasileiros motiva redução da sonegação de impostos.


Na semana passada o governo lançou o Sistema Nacional de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias – através do qual estabelece um padrão único de RFID (Identificação por Radio Freqüência) que deverá ser utilizado em todo e qualquer tipo de produto em circulação no país.


Chamado de Brasil-ID, o projeto vai cruzar eletronicamente os produtos em circulação (ICMS) com os dados de Nota Fiscal Eletrônica e SPED, reduzindo sensivelmente a sonegação e informalidade.


Para os empresários sérios, a redução da sonegação e informalidade é excelente, porque coloca todas as empresas em mesmo patamar de competitividade. Quem tiver melhor eficiência operacional e quem ganhará o jogo. Hoje, com a sonegação, ganha o jogo quem tem mais “criatividade”.


O Brasil ID será um projeto excelente, também, para o rastreamento e redução de roubos de cargas – uma grande preocupação dos empresários. O sistema cruzará ainda as informações com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) monitorando, inclusive, o motorista.


Este é um grande passo para o Brasil. O piloto já foi feito com grande sucesso e o projeto está pronto para ser implementado em escala nacional, estamos acompanhando e  assim que definirem prazos e maiores detalhes encaminharemos.


Você se dá conta das implicações disto?

Fonte: Infofisc

Compartilhar

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter