Cai a pontualidade de pequenas empresas

Foi a primeira queda em 22 meses deste indicador na comparação contra o mesmo mês do ano anterior

A pontualidade de pagamento das micro e pequenas empresas atingiu o patamar de 94,3% em março de 2011, segundo pesquisa da Serasa Experian divulgada ontem. Isto significa que, durante o mês passado, a cada 1.000 pagamentos realizados, 943 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias (índice de pontualidade de 94,3%). Foi a primeira queda em 22 meses deste indicador na comparação contra o mesmo mês do ano anterior, algo que não ocorria desde maio de 2009, época em que os desdobramentos da crise financeira internacional ainda afetavam negativamente a pontualidade de pagamentos das empresas.

O feriado do carnaval neste ano de 2011, por ter caído no mês de março, prejudicou o volume de negócios na economia, e os efeitos adversos da elevação do custo financeiro para as empresas, decorrentes das sucessivas elevações da taxa Selic, figuraram entre os elementos que diminuíram a pontualidade de pagamentos das empresas em março deste ano, tanto na comparação interanual (em relação a março de 2010, pontualidade de 94,6%) quanto em comparação ao mês imediatamente anterior (fevereiro de 2010, com pontualidade de 94,8%).

Dentre os setores econômicos, as quedas anuais ocorreram nas micro e pequenas empresas industriais e de serviços, ambas com recuo de 0,9 ponto percentual em relação a março de 2010. Na direção contrária, as microempresas do setor comercial melhoraram em 0,3 ponto percentual (índice de 94,8% em março de 2011) a sua pontualidade de pagamento na comparação com 2010.

Ainda sob o efeito do carnaval, o valor médio dos pagamentos em dia caiu 4,3% em março na comparação com fevereiro, atingindo R$ 1.355,70. Na comparação com março de 2010, houve queda de 11,0%, o maior recuo desde dezembro de 2009.

O Indicador Serasa Experian da Pontualidade de Pagamentos das Micro e Pequenas Empresas é construído através dos pagamentos efetuados, mensalmente, por amostra de cerca de 600.000 micro e pequenas empresas, totalizando 8 milhões de pagamentos.

Fonte: DCI

Compartilhar

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter