Contabilistas aprovam novas regras sobre o imposto

O novo limite enquadra os contribuintes de forma mais eficaz.

Para contadores, as novas regras na declaração de Imposto de Renda são positivas e favorecem muito o contribuinte. “Com a declaração feita somente por meio eletrônico, acabando a cédula de papel os riscos de erros na escrita de valores diminuem”, explica o contador Glauco Ferreira. Ele também analisa positivamente o aumento do limite de rendimentos que, no ano passado, era de R$ 1,215 mil.

O novo limite enquadra os contribuintes de forma mais eficaz. Genericamente, o aumento é favorável porque vão declarar renda tributável as pessoas que de fato pagaram imposto em alguma transação durante o ano de 2010.

Muito Cuidado

Ferreira alerta que o contribuinte deve ter muito cuidado ao longo de todo o ano com as notas fiscais, como os serviços médicos, escolares e recibos, porque na hora de declarar a renda, todas essas despesas deverão constar. “Para ajudar o contribuinte, os profissionais de saúde devem informar todas as receitas ao longo do ano”, afirma.

Na avaliação do contador João Elias Oliveira, as mudanças nas regras do IR para 2011 foram boas. “Com o aumento na faixa, vai diminuir a tributação para quem ganha menos e cair o número de pessoas que pagam impostos”, avalia.

Para a contadora Cintia Ebert, a tendência é que, com as novas regras, exista uma queda no número de declarações. “A maioria das pessoas que vão deixar de declarar é de aposentados. No geral, acredito que a diminuição deve ser entre 12% e 15%”. É bom lembrar que as pessoas que não atingiram o valor mínimo, mas têm imposto retido, precisam declarar.

Fonte: Diário de Cuiabá

Compartilhar

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter